Logo da ASBRAER
Logo da ASBRAER

REDE DE NOTÍCIAS

NOTÍCIA

Pesquisadora da EPAGRI-SC apresenta Programa Monitora Milho SC em evento internacional


Evento reuniu 122 pessoas, de 26 países, que, compõem o grupo dos principais epidemiologistas de plantas do mundo


15/05/2024 | Assessoria de Comunicação - Epagri/SC


Foto: Divulgação Epagri-SC

A pesquisadora da Epagri/Cepaf Maria Cristina Canale Rappussi da Silva palestrou sobre o Programa Monitora Milho SC no International Epidemiology Workshop, realizado em Foz do Iguaçu entre 9 e 12 de abril. O evento reuniu 122 pessoas, de 26 países, que, segundo a pesquisadora, compõem o grupo dos principais epidemiologistas de plantas do mundo. 

 

 

Maria Cristina explica que esses profissionais estão empenhados em desenvolver sistemas de previsão, modelagens e outras soluções que possam ajudar os agricultores no controle de epidemias de plantas pelo mundo. Ela avalia que divulgar o Programa Monitora Milho SC neste contexto é importante para disseminar entre esse público especializado o conhecimento gerado no Estado.

 

Programa Monitora Milho SC

O Programa Monitora Milho SC teve início em julho de 2021, para controlar o ataque das cigarrinhas-do-milho, que começou a acontecer no Estado em 2020. O Programa se propõe a capturar cigarrinhas em armadilhas instaladas nas lavouras catarinenses. Os insetos capturados passam por testes moleculares no Laboratório de Fitossanidade da Epagri/Cepaf, que avalia se estão infectados com fitoplasma do enfezamento vermelho, espiroplasma do enfezamento pálido e vírus-da-risca, agentes causadores das doenças do complexo do enfezamento que são capazes de comprometer substancialmente a produção do milho.

 

Os resultados das análises são reunidos em relatórios semanais com dados de população do inseto-vetor e de sua infectividade e divulgados por whatsapp, em redes sociais, páginas oficiais e outros canais de comunicação. A pesquisadora conta que são emitidos 40 relatórios a cada safra e safrinha do milho em Santa Catarina. “O Programa foi ousado na questão da logística, porque é muito rápido e pode servir de exemplo para outros países”, avalia Maria Cristina. 

 

Programa Monitora Milho SC é uma iniciativa do Comitê de Ação contra Cigarrinha-do-milho e Patógenos Associados, que é composto por membros da Epagri, Udesc, Cidasc, Ocesc, Fetaesc, Faesc, CropLife Brasil e Secretaria de Estado da Agricultura.

 

Além da palestra, a pesquisadora também levou um pôster ao evento, apresentando um experimento desenvolvido pela Epagri/Cepaf para estudar a distribuição na lavoura das plantas de milho atacadas pelas doenças do complexo do enfezamento. O objetivo é saber  se tem predominância de plantas doentes nas bordas da lavoura, ou se elas se distribuem ao acaso, por exemplo. Com essa informação, fica mais fácil orientar o produtor rural na hora do controle da praga. 

 

Conhecimento disseminado

Maria Cristina segue empenhada em disseminar o conhecimento acumulado pela Epagri com a execução do Programa Monitora Milho SC. Ela já tem palestra agendada para agosto, na Argentina, dentro de um workshop sobre enfezamento e monitoramento da cigarrinha-do-milho. A previsão de autoridades e pesquisadores argentinos é de que neste ano comece o ataque da praga nas lavouras de milho daquele país. 

 

Em setembro a pesquisadora da Epagri/Cepaf vai a Palmas, no Tocantins. Ela vai ministrar workshop durante o 34º Congresso Nacional de Milho e Sorgo (CNMS). O evento é promovido a cada dois anos pela Associação Brasileira de Milho e Sorgo e organizado pela Embrapa, Ministério da Agricultura e Pecuária e governo federal. 

 


DESTAQUES

Novos modelos de Sistemas Agroflorestais em vitrine tecnológica

SCLN, 116 - Bloco F - Sala 218 Edifício Castanheira
CEP 70773-560 - Brasília / DF

+55 (61) 3963-7873
+55 (61) 3963-7352
+55 (61) 3963-8076

asbraer@asbraer.org.br